Heather

O Heather, incluída dentro do grupo Solidão, está relacionada com duas qualidades da alma, a compreensão e o altruísmo. O Dr. Bach recomendava esta flor «para quem está constantemente a buscar a companhia de qualquer um, pois necessitam discutir os seus assuntos com os demais, quem quer que sejam. São muito desgraçados se têm que ficar sozinhos por um tempo».

Para o remédio só se pode utilizar a variedade C. vulgaris; Não confundir com a Erica, de flores vermelhas. As flores de C. vulgaris são de cor malva rosadas (às vezes branco) e agrupam-se em espigas.

“Eu e só eu”

As pessoas que necessitam de tomar o remédio Heather, costumam ser obsessivas consigo mesmas. Estão tão absortas no seu mundo particular que não se interessam pelos problemas dos demais. Como no fundo têm medo de sentir-se sozinhas, açambarcam a todos os que têm á mão e tratam de fazer deles o seu público particular: falam e falam sem parar sem se importarem demasiado com quem é o interlocutor. O resultado desta atitude é que os demais tratam de evitá-los, com o que, finalmente terminam tão sós como haviam temido. Pensam erradamente, que devem buscar nos outros aquilo que só encontraram dentro deles mesmos, isto é, a auto-confiança para superar o medo.

Uma infância sem afecto

Os indivíduos que com frequência requerem tomar o remédio Heather, procedem na sua maioria de lares muito frios e desde a sua mais tenra infância sofreram uma grande carência de afecto. Dado que não receberam suficiente dedicação e carinho, trataram de cuidar por si mesmos da sua vida emocional e esta postura acompanho-os também na idade adulta. A fluidez verbal sem fim de um carácter Heather é, antes de tudo, uma medida inconsciente que a sua personalidade adopta para afirmar-se e certificar-se que na verdade existe.

As crianças com temperamento Heather são facilmente reconhecidas pela sua tendência a interromper as conversas dos adultos e não permitirem que continuem. Se algum dos progenitores lhe chama a atenção, elas engendram outra forma de chamar a atenção.

Aprender a escutar

O remédio Heather ajuda a ver as coisas com distanciar para poder assim apreciar os problemas tal como são. Permite ser mais aberto na relação com os outros e centra-se menos em si mesmo. Com a ingestão de Heather, as pessoas aprendem a escutar e a compartilhar as suas preocupações de forma afectiva, sem descarrega-las no primeiro que encontre.

© Carmen Morales

Una opinión en “Heather

Deja un comentario