Clematis

Para os que estão sempre “nas nuvens”

A Clematis é uma planta trepadora que cresce em solos calcários, em matas, silvas e bosques. O caule das plantas mais velhas, podem alcançar uma altura até 12 metros, é fibroso e de dois a três centímetros de grossura. Floresce de Julho a Setembro e as flores, de suave fragrância, apresentam quatro pétalas de cor verde claro.

Pouca atenção ao que sucede ao seu redor

O estado Clematis negativo caracteriza-se pela personalidade que trata de participar o menos possível na vida real e perde tempo no mundo da ilusão e da fantasia. Diz-se que estas pessoas são “caminhantes entre dois mundos” pois para elas a realidade não é particularmente atractiva, daí que sempre que podem, afastam-se do presente (para eles tedioso) para se refugiarem na sua imaginação.

As pessoas de tipo Clematis têm em geral um grande talento criador. Se o seu potencial criativo não pode debruxar-se na realidade, quase automaticamente apresenta-se o estado Clematis negativo e a energia transformar-se-á num romantismo exagerado ou numa conduta excêntrica

O físico: uma realidade que não lhes interessa.

No estado Clematis negativo a personalidade não atribui muita importância à realidade física, o que deriva em níveis energéticos muito baixos que se podem tornar evidentes tanto no corpo com na conduta. O paciente necessitado de Clematis pode apresentar sintomas como mãos e pés frios, tez pálida e com olheiras, corpo pesado, sonolência, falta de concentração ou atenção, problemas de memória e em casos muito extremos, inclusive perda de consciência como, por exemplo, desmaios.

Um idealismo criador

O Dr. Bach indicou esta flor «para os sonhadores e sonolentos que nunca estão totalmente despertos e que não têm grande interesse pela vida. Gente tranquila que não é realmente feliz na sua actual situação e que vive mais no futuro que no presente. São pessoas que vivem na esperança de tempos mais felizes onde as suas ideias puderam vir a converter-se em realidade. Na enfermidade alguns fazem pouco ou nenhum esforço por recuperar a saúde e noutros casos até chegam a desejar a morte com a esperança de uma vida melhor, ou quem sabe com o desejo de reencontra-se com algum ser querido que tenham perdido»

Pertencente ao grupo da INDIFERENÇA PERANTE O PRESENTE, a ingestão de Clematis permite trabalhar com o mundo das ideias obtendo cada dia novos estímulos; ajuda a entender e aceitar as relações entre os diversos planos da realidade e o seu significado mais profundo. Graças a ele, a criatividade traduz-se satisfatoriamente na realidade física, como sucede por exemplo, quando se trata de um actor, escritor, desenhador, etc.

© Carmen Morales

2 opiniones en “Clematis

  1. Pingback: Clematis, um floral para os sonhadores « Florais de Bach Portugal – Carmen Morales

Deja un comentario